Qual o papel da liderança nesse cenário? Você está tomando contrapartidas ou vai esperar tudo passar?

Qual o papel da liderança nesse cenário? Você está tomando contrapartidas ou vai esperar tudo passar?

Apesar de todas as influências negativas que o coronavírus trouxe à convivência humana, as mudanças impostas para evitar a proliferação da covid-19 colocaram à prova o espírito de liderança não só de gestores públicos, mas da população em geral. Afinal, é em tempo de crise e insegurança que o lado emocional mais se abala.

Com a insegurança, ansiedade e estresse em ebulição, você sabe como deve ser o papel de um líder nato nesse cenário? Então continue lendo e veja como você pode ter uma atitude proativa para reverter o quadro desanimador!

Descubra como a liderança pode ser praticada no atual momento  

A pandemia do coronavírus trouxe medo e reações diversas na sociedade brasileira, inclusive com entraves de cunho político envolvendo as discussões. Dentro disso, os líderes natos devem investir na inteligência emocional, acalmando os ânimos e fazendo reflexões adequadas e bem embasadas referentes ao momento.

Os líderes devem ser um modelo a ser seguido, ou seja, se você é pai de família, invista no diálogo, na educação dos filhos e busque ao máximo o bem-estar emocional da sua família. Manter a saúde mental também é importantíssimo.

Muita gente está se transformando em gestores familiares, incentivando a prática esportiva com objetos domésticos, a organização no home office, nas conversas via aplicativo de mensagens etc.

Trata-se da chamada influência idealizada. O mesmo deve ser praticado com sua equipe nas conversas a distância. Quanto mais transparente e próximo dos seus colaboradores, maiores serão as chances de criar um ambiente de confiança e maior segurança operacional.

É uma missão que se destaca em períodos de crise. Outro ponto a ser destacado é não ignorar o contexto, compartilhando os desafios, emoções e realidade. Por isso, esteja presente, escute e faça de tudo para ajudar.

A força do emocional

Como muitas situações do atual momento são de pura impotência, vale a pena investir na liderança servidora, como no suporte emocional. A economia já está trazendo inúmeras notícias negativas, como desemprego e quedas no faturamento, além de renegociações com fornecedores.

Apesar da problemática, faça de tudo para manter a calma, o espírito colaborativo e pense em ser solidário ao próximo. Se você pode trabalhar em casa, que faça. Analise todas as informações antes de publicá-las e tenha um comprometimento com a veracidade para evitar fake news.

Quanto mais unidos estivermos, maiores serão as chances das consequências serem menos drásticas na economia e no psicológico dos brasileiros. Trata-se de um exemplo de civismo que deveria entrar no dia a dia das lideranças que atuam pelos quatro cantos do país.

Portanto, mantenha a correta higienização do seu ambiente familiar, evite o contato com muitas pessoas, colabore com as determinações das autoridades e aproveite para planejar o pós crise.

Cursos podem ser concluídos, análises refeitas, reuniões conduzidas com mais detalhamentos, mesmo a distância, enfim, faça acontecer agora e não espere os dias passarem com os braços cruzados. Seja líder de si mesmo!

E você, gostou do nosso post? Então aproveite e compartilhe-o em suas redes sociais!

0

Nenhum comentário

No comments yet

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.