Qual o papel da liderança no pós-pandemia?

Qual o papel da liderança no pós-pandemia?

Sem uma projeção definitiva sobre como a economia brasileira e mundial se comportarão nos próximos meses e anos no pós-pandemia, outra realidade já é bem nítida: a do comportamento dos líderes. Com as mudanças e abalos emocionais ocasionados pelo novo coronavírus, os gestores deverão adotar uma postura que seja inspiradora e totalmente motivadora. 

Diante de colaboradores que perderam familiares, tiveram os rendimentos reduzidos ou até mesmo chegaram a passar dificuldades financeiras para dar conta das despesas básicas, os líderes deverão se redobrar para levantar o astral da equipe, fazendo a produtividade melhorar mesmo diante da crise. Como? Por meio da prática de algumas atitudes que mostraremos neste post. Veja! 

Resiliência e criatividade     

Se antes da pandemia saber lidar com a pressão já era uma situação frequente, agora as tensões e excessivas cargas de trabalho não podem abalar quem está na liderança. 

Afinal, a capacidade de adaptação é fundamental para dar o exemplo e ainda inspirar os demais colaboradores. Ser criativo é essencial em cenários desconhecidos, como os que virão daqui para frente. 

Isso porque o mercado está exigindo novas formas de fazer, produtos diferenciados e insights para que inúmeras empresas não decretem falência. Manter a calma e ser flexível são premissas. Eis alguns indicadores de comportamento! 

Seja comunicativo  

Como os erros deverão ser evitados ao máximo, nada melhor do que uma comunicação de qualidade para alinhar os objetivos das ações. Por isso, as orientações devem ser objetivas, diretas e claras, sempre abrindo espaço para que os demais funcionários participem do diálogo. 

Saber conduzir as mensagens é uma forma de melhorar nas tomadas de decisões, aspecto essencial para evitar determinados prejuízos. Além disso, os feedbacks devem ser assertivos, sempre respeitando o ser humano. 

Motive a sua equipe    

Os níveis de ansiedade aumentaram consideravelmente com a pandemia e muita gente está apreensiva quanto ao futuro. A dica é você estar sempre aberto para ouvir os integrantes da sua equipe, criando diálogos que sejam motivadores. 

É importante manter o controle das situações, criando estratégias que estejam alinhadas com os desejos da empresa e também que auxiliem no dia a dia dos funcionários. 

Novas medidas e possíveis cortes, mesmo que seja de materiais ou determinados gastos, devem ser comunicados e explicados para que não se crie espaço para boatos ou até mesmo um sentimento de medo dentro do ambiente corporativo.  

Promova a qualidade de vida 

Mesmo que seus colaboradores estejam em home office, uma dica que contribui imensamente com o índice de produtividade e ainda melhora o ânimo é a promoção da qualidade de vida. 

Não é à toa que muita gente que era sedentária começou a caminhar ou a andar de bike depois da pandemia. As pessoas estão se cuidando mais e de olho em atitudes que ajudem no bem-estar. 

Quanto mais funcionários entrarem nessa onda, maiores serão as chances do seu negócio prosperar. Afinal, quem vive bem rende mais! 

Portanto, independentemente do seu ramo de atuação, a dica é priorizar sempre o ser humano, estando ao lado dos seus colaboradores. Evite ao máximo demissões e, caso aconteçam, ajude quem perdeu a vaga em uma recolocação. 

Estando ao lado do seu colaborador e mais sintonizado com as questões humanas, certamente a sua empresa encontrará meios para superar essa crise que veio para desafiar todos os setores da economia. Torcemos pela sua vitória! 

E você, está sempre acessando o nosso blog? Que tal receber as nossas atualizações em seu e-mail? Então aproveite e assine agora mesmo a nossa newsletter!  

0

Nenhum comentário

No comments yet

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.