Quer fazer um investimento certeiro? Aposte na educação!

Quer fazer um investimento certeiro? Aposte na educação!

Todos nós ouvimos ao longo da vida que a educação é a base de uma nação. E é mesmo. Nesse sentido, a Conexão FGV é exemplo de estímulo ao desenvolvimento socioeconômico nacional por meio da educação. 

Graças aos seus inúmeros cursos, principalmente de MBA, a educação tem influenciado na excelência de todas as profissões, melhorando o desempenho e fazendo com que a sociedade seja melhor atendida em todos os setores. 

Se hoje a medicina evoluiu tanto é porque houve investimentos na educação. A presença de líderes que inspiram tantas gerações também é fruto do estudo e experiências. Para comemorarmos o dia internacional da educação, celebrado neste dia 28 de abril, vamos mostrar neste post alguns aspectos que demonstram a importância da educação na vida de todo ser humano. 

E, principalmente, como a Fundação Getúlio Vargas se transformou em referência na educação executiva no Brasil! 

FGV: base da educação executiva no Brasil 

Desde sua fundação, no dia 20 de dezembro de 1944, a Fundação Getúlio Vargas sempre teve como foco a devida preparação de administradores de empresas e públicos para o Brasil. Com o passar dos anos, a FGV expandiu os investimentos em educação e ampliou a atuação para outras áreas do conhecimento, como ciências sociais, direito, economia, história, relações internacionais, entre outras. 

Além disso, os convênios firmados com as conexões espalhadas por várias cidades brasileiras, como em Guarulhos, fizeram com que a excelência do ensino proporcionada pela instituição atingisse mais pessoas. 

Sendo assim, a Conexão FGV é reconhecida como uma instituição inovadora, comprometida com o desenvolvimento do Brasil e com total isenção partidária. Fora isso, mantém a credibilidade herdada de inúmeras gerações que já passaram por seus bancos e orientações de seus professores, mestres e doutores. 

Portanto, ao se matricular na Conexão FGV Guarulhos, você estará fazendo parte de uma instituição de renome internacional que priva por princípios éticos em uma competência de mais de 70 anos.     

Atualmente, há mais de 103 mil alunos matriculados nas inúmeras conexões FGV espalhadas pelo Brasil, quase 5.000 nas graduações e mais de 2.200 nos mestrados, ou seja, trata-se de uma enorme oportunidade para você também fazer parte dessa instituição que respira educação executiva. 

Educação como base do cidadão 

A educação é a base de um cidadão porque é por meio dela que as crianças aprendem as primeiras noções de cidadania. De um bom dia à consciência de que é preciso atravessar na faixa de pedestre. 

Quem investe no estudo rompe barreiras e consegue melhores oportunidades na vida, evitando trabalhos insalubres. A educação faz com que o ser humano fique mais sensível e lute por seus direitos. Motiva e cria o espírito crítico, ou seja, a pessoa não fica alheia às questões ao seu redor, tendo espírito participativo.  

Por isso, é de extrema importância que os governantes priorizem o investimento na educação básica, pois é nela que as crianças despertarão para o caminho do conhecimento, criando hábitos que estimulem o constante desenvolvimento.  

Educação como diferencial competitivo  

O nível de competitividade dos últimos anos chegou a tal ponto que é quase inadmissível um profissional não se capacitar constantemente. Portanto, vivemos um momento em que o investimento em educação é fundamental, seja em um curso de MBA, especialização ou treinamentos específicos. 

Quem fica parado perde espaço e pode amargurar a tristeza do desemprego. Ao buscar o conhecimento, as pessoas trocam informações, experiências e fazem novos contatos, ou seja, é um excelente caminho para a evolução pessoal e profissional. 

Educação como arma contra o coronavírus  

O dia internacional da educação foi criado em razão do Fórum Mundial da Educação ocorrido no Senegal, em 2000, quando foram traçadas metas para o ensino fundamental em 180 países. No entanto, com o cenário de combate ao coronavírus, é importantíssimo as pessoas agirem com consciência. 

Afinal, educação não é apenas estudo, mas também atitudes cidadãs em prol dos seres vivos e do planeta, ou seja, o atual momento é bem propício para a prática. 

Mesmo com a volta da rotina ao longo dos próximos meses, todos nós deveremos manter o sinal de alerta para mantermos o organismo protegido contra o vírus. Assim, não deixe de agir conscientemente e faça da educação uma premissa que envolva todos ao seu redor.   

0

Nenhum comentário

No comments yet

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.